fbpx

Software House: O que é, como funciona e principais desafios

A importância do desenvolvimento de softwares tem tido cada vez mais destaque dentro das empresas. A partir disso, têm surgido empresas que se especializam nisso, como é o caso da software house.

Um dos objetivos das empresas de software house é, portanto, criar softwares personalizados de acordo com o público alvo e as suas necessidades.

Devido ao seu crescimento e sua grande importância, esse artigo vai buscar explicar tudo que você precisa saber sobre a software house: o que é, como funciona, qual sua importância e principais desafios. Boa leitura!

Obtenha sistemas web e aplicativos mobile de forma simples e visual!

O que é software house?

Uma software house se trata de uma empresa responsável por planejar, desenvolver e comercializar o desenvolvimento de todos os projetos que envolvem algum tipo de desenvolvimento de software. 

No entanto, as casas de software trabalham com demandas específicas, dessa forma, oferecem um desenvolvimento personalizado de acordo com o seu público.

Como funciona uma software house?

Por se tratar de um nicho de trabalho mais personalizada, cada software house costuma atender apenas um público específico, se aprofundando nas necessidades que o nicho tem. 

Por exemplo, existem casas de software focadas apenas no desenvolvimento de softwares para restaurantes ou logística.

A casa de software é responsável  por desenvolver tudo: desde o site até os aplicativos, bem como os sistemas de automatização de processos.

A importância de uma software house

Uma software house se faz importante pelo seu nível de especificidade no desenvolvimento de projetos.

Como ela foca em um setor, ela se torna capaz de sempre encontrar soluções ainda melhores à medida que tem sucesso ou fracasso nos desenvolvimentos para aquele nicho.

Sendo assim, uma software house vai muito além de desenvolver, mas também de buscar sempre melhor o desenvolvimento.

Quais são as soluções tecnológicas oferecidas por uma software house?

Algumas das soluções tecnológicas por uma software house são, por exemplo:

  • Aplicativos para PC e para mobile;
  • Sites;
  • Sistemas de automatização de processos.

Etapas de desenvolvimento de sistemas em uma software house 

Existem 5 etapas no desenvolvimento de projetos dentro de uma casa de software. São eles:

  • Análise e estabelecimento dos requisitos;
  • Criação do projeto;
  • Codificação;
  • Integração;
  • Operação e manutenção.

A seguir, iremos falar um pouco mais sobre cada uma dessas fases.

Análise e estabelecimento dos requisitos

Essa primeira etapa é fundamental para os programadores. Afinal, é nela que será compreendido e serão estabelecidas as necessidades do cliente. 

Todas as restrições e limitações que precisam ser levadas em conta são definidas nessa etapa.

Criação do projeto

Em segundo lugar, é o momento dos programadores criarem todo o algoritmo e a lógica de funcionamento do sistema final.

Codificação

A etapa de codificação diz respeito, por exemplo, à escolha de linguagem do software. 

Trata-se de um sistema formado por um conjunto de regras sintáticas e semânticas padronizadas que oferecem  informações e instruções de processamento ao computador.

Nesse momento, portanto, os programadores precisam definir a linguagem de programação que será usada em todo e qualquer parte do projeto.

Integração

O momento de integração será a etapa de testes. Isso porque o desenvolvimento se divide em partes, de forma que cada programador fica com uma determinada responsabilidade. Quando a segmentação termina, as partes precisam ser conectadas e testadas. 

Operação e manutenção

Por fim, é o momento de operação e manutenção. Nele, será implementado o software desenvolvido que, por sua vez, começará a ser usado.

À medida que o uso acontece, vão ser percebidas as alterações ou manutenções que precisam ser feitas. É nessa etapa em que pode-se pensar em soluções mais simples para futuros projetos.

Quais são os principais desafios de uma software house?

Quais sao os principais desafios de uma software house

Existem três grandes desafios para o funcionamento de uma software house. São eles: conhecimento de público, marketing e posicionamento da empresa. Conheça cada um.

Conhecimento do público

Como já falamos antes, uma casa de software preza muito pela personalização e especificidade. Dessa forma, conhecer o público alvo é muito importante para que o software seja, de fato, funcional.

Compreender as demandas é fundamental para se obter as melhores soluções. Sendo assim, alguns pontos importantes desse processo são, por exemplo, ter um contato direto e contínuo com o cliente do começo ao fim.

Seja ele mais leigo em TI ou não, ele será um usuário do software e precisa entender bem como ele funciona. Por essa razão, é até melhor ter informações até demais do que ter poucas e insuficientes.

Marketing

O marketing é essencial para qualquer negócio que quer se manter vivo. É através dele que as pessoas vão conhecer uma nova empresa, sendo mais fácil vender um produto ou um serviço que você oferece.

O marketing trata-se de um alto investimento que toda empresa deve fazer, portanto. E não é qualquer pessoa que pode oferecer: são precisos profissionais bons e com experiência. 

Uma solução para esse problema é, então, contratar uma agência de comunicação para cuidar da publicidade do negócio.

Posicionamento da empresa

Por fim, tem-se a questão da falta de posicionamento da empresa. Para uma software house conseguir se destacar no mercado e se tornar conhecida, ela precisa de um diferencial.

Esse diferencial pode ser através de, por exemplo, uma melhor integração das soluções oferecidas ou até mesmo atendimento ao cliente.

Mas como saber o que você pode oferecer? Estudando bem a concorrência e descobrindo o que você pode fazer ainda melhor em relação a eles.

Como o Mundo Maker pode te ajudar? 

O Maker é uma plataforma de desenvolvimento de softwares que acelera o desenvolvimento de aplicações corporativas. 

Dessa forma, ele permite criação de soluções web e mobile sem a necessidade de escrever linhas de código. 

O resultado disso são aplicações aprimoradas que rodam em três camadas: no browser do usuário, no banco de dados e no servidor web.

Conheça mais sobre o Mundo Maker!

Conclusão

Uma software house se trata de uma importante forma de se criar e desenvolver projetos de forma mais especializada. A tecnologia tem cada vez mais facilitado os processos e todas as empresas podem ganhar com isso!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.